terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Relato "Nas asas da liberdade" de Ana Maria Machado - Modos verbais

Observe este fragmento extraído do relato "Nas asas da liberdade" de Ana Maria Machado e responda às questões.

"Poucos anos depois, fomos morar em Buenos Aires, onde fui matriculada numa escola. Era o governo do general Juan Domingo Perón. Lá, um dia, a professora mandou fazer um desenho sob o título "Esta es mi bandera". Sou brasileira, desenhei a minha. Ela explicou que eu devia desenhar a argentina. Desenhei, mas pus o título "Esta es tu bandera". Não podia, tinha de ser todo mundo igual. Fiz novo desenho, dessa vez com as duas bandeiras. Mas a brasileira era maior. Fui expulsa da sala e mandada para a diretoria. Meus pais foram chamados ao colégio. Ouviram a explicação de que eu estava sendo expulsa por ser teimosa, rebelde e desrespeitosa com os símbolos da pátria. Um péssimo exemplo para os colegas. Aos seis anos."

1. Em que tempos estão as formas verbais sublinhadas? Por que a autora optou pelo uso desses tempos?
R. Algumas estão no pretérito perfeito do indicativo (fomos, mandou, desenhei, expliquei, pus, fiz, ouviram) e outras no pretérito imperfeito (era, devia, podia, tinha). Professor: Se os alunos responderem que as formas estão no passado, aceite, mas acrescente que o passado possui alguns aspectos de continuidade e de conclusão de ação, estado, etc. Quanto à segunda parte da pergunta, espera-se que eles percebam que esses tempos foram escolhidos porque o relato se refere a fatos já acontecidos. 

2. O fragmento apresenta também algumas locuções verbais (expressões formadas por dois ou mais verbos com valor de um) indicativas da voz passiva. Transcreva-as.
R. "fui matriculada", foram chamados", "fui expulsa", "(fui) mandada", "estava sendo expulsa. 




Referência: Conexões em língua portuguesa - Produção de texto | Editora Moderna
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...