Futuro do pretérito do indicativo | Pretérito imperfeito do subjuntivo (oralidade)

No último quadrinho da tira, há o exemplo de uma estrutura muito frequente na fala. Em lugar de flexionar o verbo da oração principal no futuro do pretérito (Eu morderia ela), os falantes optam por utilizar o pretérito imperfeito do Indicativo ("Eu mordia ela"), como fez Snoopy. Essa estrutura, perfeitamente aceitável em situações informais, estabelece corretamente a correlação de modos (Indicativo na principal, Subjuntivo na subordinada) e não é vista como problemática, porque mantém a relação de tempos verbais no pretérito. 

Como o texto dos quadrinhos admite um uso mais coloquial da língua, observamos a ocorrência de formas consideradas inadequadas pela norma: "teria vergonha que alguém", "eu mordia ela".

Português compartilhado (exercícios)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...