Tirinha Mafalda em questões do Enem

1. Leia estes textos.

Texto 1


Texto 2 

Sonho impossível 
J. Darione e M. Leigh

Sonhar
Mais um sonho impossível
Lutar
Quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar esse mundo
Cravar esse chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã se esse chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu delirar
E morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão.

Versão de Chico Buarque de Hollanda e Ruy Guerra, 1972. 

A tirinha e a canção apresentam uma reflexão sobre o futuro da humanidade. É correto concluir que os dois textos; 
a) afirmam que o homem é capaz de alcançar a paz. 
b) concordam que o desarmamento é inatingível.
c) julgam que o sonho é um desafio invencível. 
d) têm visões diferentes sobre um possível mundo melhor. 
e) transmitem uma mensagem de otimismo sobre a paz.

2. Leia a tira.


A conversa entre Mafalda e seus amigos: 
a)  revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir. 
b) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito entre as pessoas. 
c) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento entre posições divergentes. 
d) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do debate político de ideias. 
e) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para superar divergências. 

3.  Leia a tira.

O humor presente na tirinha decorre principalmente do fato de a personagem Mafalda: 
a) atribuir, no primeiro quadrinho, poder ilimitado ao dedo indicador. 
b) considerar seu dedo indicador tão importante quanto o dos patrões. 
c) atribuir, no primeiro e no último quadrinhos, um mesmo sentido ao vocábulo "indicador".
d) usar corretamente a expressão "indicador de desemprego", mesmo sendo criança. 
e) atribuir, no último quadrinho, fama exagerada ao dedo indicador dos patrões. 

Gabarito
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...