Análise do poema Siderações de Cruz e Souza


Simbolismo: características da poesia simbolista (resumo)

Siderações
Cruz e Souza 

Para as Estrelas de cristais gelados
As ânsias e os desejos vão subindo,
Galgando azuis e siderais noivados
De nuvens brancas a amplidão  vestindo…

Num  cortejo de cânticos alados
Os arcanjos,  as cítaras ferindo,
Passam, das vestes nos troféus prateados,
As asas de ouro finamente abrindo…

Dos etéreos turíbulos de neve
Claro incenso aromal, límpido e leve,
Ondas nevoentas de  Visões levanta…

E as ânsias e os desejos infinitos
Vão com os arcanjos formulando ritos
Da Eternidade que nos  Astros canta…

CRUZ E SOUSA. João da. Missal e broquéis. São Paulo: Martins Fontes. 1993. p. 139.

VOCABULÁRIO

Alado: dotado de  asas.
Aromal: aromático.
Cântico: canto religioso
Cítara: instrumento de  cordas parecido com a lira.
Cortejo: procissão.
Etéreo: sublime.
Galgar: elevar-se,  subir.
Rito: prática realizada durante cerimônias religiosas.
Sideração: influência de  um astro na vida de alguém.
Sideral: relativo aos astros.
Turíbulo: vaso em que se queima incenso nas missas.

1. O poema põe em destaque estímulos visuais. Elenque os trechos que trazem sugestões cromáticas (referentes a cores) e explique por que elas reforçam a ideia de espiritualidade. 

2. Estímulos sonoros também recebem destaque no poema. 
a) Quais são as imagens relativas ao campo musical? 
b) Uma aliteração percorre todo o poema, estando mais evidente na primeira estrofe. Identifique o som que se repete e a imagem que ele sugere. 

3. Além da visão e da audição, o poema estimula outros sentidos. Identifique um verso em que o poeta utiliza uma figura de linguagem típica do Simbolismo. relacionando-a ao olfato. Diga que figura é essa e explique de que modo ela foi utilizada. 

4. Os poetas simbolistas costumam empregar iniciais maiúsculas em palavras no meio dos versos para enfatizar aspectos simbólicos dos vocábulos. Que efeito é produzido por esse procedimento poético no poema "Siderações"? 

5. Os simbolistas desejam a sublimação, isto é, a elevação de algo, com a intenção de purificá-lo. Ao expressar a sublimação das "ânsias" e dos "desejos" do eu lírico, a que temática as imagens do poema remetem? Essa temática se opõe a que conjunto de valores?

Gabarito

1. O poema faz referências diretas a cores, como "azuis", "nuvens brancas", "troféus prateados" e "asas de ouro", e referências indiretas, como "turíbulos de neve" e "claro incenso" ou, ainda, o branco ou prateado sugerido pelas "Estrelas de cristais gelados" e o branco das vestes dos arcanjos. Essas cores costumam ser associadas à pureza e à espiritualidade. 

2.
a) Na segunda estrofe, há a imagem de um cortejo de arcanjos tocando cítaras e, na última estrofe, do canto da eternidade. 
b) A aliteração, construída com base na repetição do fonema [s], sugere sons baixos e ininterruptos, semelhantes a sussurros, o que poderia corresponder a orações. 

3. No verso "Claro incenso aromal, límpido e leve" ocorre a sinestesia: o incenso aroma I, que produz sensação olfativa, é descrito como "claro" e "Iímpido", adjetivos usados para se referir a observações visuais. 

4. Cruz e Sousa escreve Estrelas, Visões, Eternidade e Astros com letra inicial maiúscula com a intenção de dissociar esses vocábulos de seu sentido banal, evocando o universo idealizado, indizível e misterioso. 

5. As imagens do poema remetem ao campo do sagrado, transcendente, por oposição ao mundo objetivo e à experiência material, valores predominantes na época do surgimento do Simbolismo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...