Atividade sobre violência para ensino médio Informatividade no texto argumentativo (redação)


Chamamos informatividade as informações veiculadas através dos textos escritos ou visuais. [...] O grau de informatividade de um texto é medido de acordo com o conhecimento de mundo das pessoas a que ele se destina. Ou seja, dizemos que um texto possui um alto grau de informatividade quando a compreensão mais ampla desse texto depender do repertório cultural do leitor.

Um texto é mais informativo quanto menor for sua previsibilidade, e vice-versa. Para que haja sucesso na interação verbal, é preciso que a informatividade do texto seja adequada ao interlocutor.

Uma grande parcela dos textos de circulação nacional veiculados pela mídia possui um grau médio de informatividade. Desta maneira, eles conseguem prender a atenção do leitor e, ao mesmo tempo, acrescentar-lhe novas informações.

Se a informatividade do texto for muito baixa, o leitor pode desinteressar-se por ele, pelo fato de não apresentar nada de novo ou importante. Este tem sido um dos grandes problemas das redações de vestibulares. É necessário que estas produções apresentem um grau médio de informatividade, para que o texto não corra o risco de cair na obscuridade ou relatar o óbvio.

Fonte: Infoescola

Leia o texto seguinte (transcrito tal qual foi produzido), observando o grau de informatividade que apresenta. 

Violência social 

Atualmente, um dos grandes problemas que afetam a vida de uma sociedade, é a violência nela incerida. Violência essa que devido a vários fatores, segundo sociólogos, psicólogos e outros estudantes das ciências humanas, será praticamente impossível de ser eliminada. 
A dificuldade na solução deste problema está na complexidade do mesmo. Várias são as suas causas e para cada uma se faz necessária uma medida especial, medidas essas que muitas vezes são impossíveis de serem colocadas em prática. 
A violência pode ser gerada pela própria sociedade, por crises econômicas, por um problema mental do indivíduo, pelo grande número de adeptos ao uso de drogas, e por uma enorme série de outros fatores. 
Devido as perspectivas quase que inexistentes em uma solução a curto ou médio prazo para a questão da violência, o melhor a fazer, é se precaver para não se tornar mais uma vítima de um dos problemas mais sérios da nossa sociedade. 

(Redação de aluno. Apud Maria da Graça Costa Val, op. cit., p. 86.) 

1. Com expressões como "um dos grandes problemas", "complexidade" e "problemas mais sérios", o autor parece dar grande importância ao problema da violência social. Deparar com elas em um texto cria a expectativa de que, no mínimo serão apontadas as causas e as consequências de tal problema. 

Observe os três primeiros parágrafos do texto. Em todos eles, o autor parece querer indicar as causas da violência mas acaba por fazê-lo apenas num único parágrafo. 

a) Em qual parágrafo as causas são efetivamente apontadas? Quais são essas causas? 
b) Depois de apontadas, essas causas são explicadas, desenvolvidas?  
c) No primeiro parágrafo, o autor se refere às causas da violência com a expressão "vários fatores"; no segundo parágrafo, com a expressão "várias são as suas causas". As soluções são sugeridas pela expressão "medidas". O que essas expressões revelam quanto ao domínio que o autor tem do assunto? 
2. Além das causas e consequências da violência o leitor tem a expectativa de conhecer também eventuais propostas de solução. 
a) O texto aponta saídas sociais para a violência? 
b) Que sugestão é feita no plano individual? 
c) Na sua opinião, essa sugestão é satisfatória? 
3. O texto busca o caminho mais natural de desenvolvimento do tema, que é o da análise de causas, consequências e ou soluções relacionadas à violência. 
a) Na sua opinião, depois de ler o texto o leitor se sente satisfeito? Por quê? 
b) Que relação esse resultado tem com a informatividade do texto? 

4. Observe a estrutura argumentativa do texto: a tese ou ideia principal, os argumentos e a conclusão. 

a) O texto apresenta falhas quanto a estrutura?
b) A estrutura é suficiente para garantir a qualidade de um texto dissertativo-argumentativo? Justifique sua resposta. 



Gabarito:

1.
a) No terceiro parágrafo; são apontadas como causas: crises econômicas problemas mentais, uso de drogas.
b) Não; são apenas mencionadas.
c) Revelam insegurança e pouco conhecimento do assunto.

2. 
a) Não; desde o início o autor afirma ser praticamente impossível eliminar a violência da sociedade.
b) Apenas a de se precaver, não sendo sugerida concretamente nenhuma medida.
c) Resposta pessoal. Espera-se que o aluno perceba que a sugestão não é satisfatória.

3. 
a) Não, pois o texto não consegue fazer uma análise das causas e consequências do problema nem apontar soluções.
b) A insatisfação do leitor deve-se à baixíssima informatividade do texto, responsável pela fragilidade deste quanto ao conteúdo.

4. 
a) Não; estruturalmente ele é coerente.
b) Não, pois o texto precisa apresentar um nível adequado de informatividade, isto é, aprofundar adequadamente as ideias que fundamentam o ponto de vista do autor. 


Observação: Entre outros problemas, o texto apresenta falhas de pontuação no primeiro, no terceiro e no quarto parágrafos; de acento indicador de crase no quarto parágrafo e de ortografia em inserida, primeiro parágrafo. 




Referência: Português Linguagens (Atual Editora), Infoescola
Imagem: Google
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...