Questão de literatura no Enem - Poema de Carlos Drummond de Andrade (A dança e a alma)


A dança e a alma 

A dança? Não é movimento, 
súbito gesto musical. 
É concentração, num momento, 
da humana graça natural. 
No solo não, no éter pairamos, 
nele amaríamos ficar. 
A dança - não vento nos ramos: 
seiva, força, perene estar. 
Um estar entre céu e chão, 
novo domínio conquistado, 
onde busque nossa paixão 
libertar-se por todo lado... 
Onde a alma possa descrever 
suas mais divinas parábolas 
sem fugir à forma do ser, 
por sobre o mistério das fábulas. 

ANDRADE, Carlos Drummond de. Obra completa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1964. p. 366. 

A definição de dança, em linguagem de dicionário, que mais se aproxima do que está expresso no poema é 

a) a mais antiga das artes, servindo como elemento de comunicação e afirmação do homem em todos os momentos de sua existência. 
b) a forma de expressão corporal que ultrapassa os limites físicos, possibilitando ao homem a liberação de seu espírito. 
c) a manifestação do ser humano, formada por uma sequência de gestos, passos e movimentos desconcertados. 
d) o conjunto organizado de movimentos do corpo, com ritmo determinado por instrumentos musicais, ruídos, cantos, emoções, etc. 
e) o movimento diretamente ligado ao psiquismo do indivíduo e, por consequência, ao seu desenvolvimento intelectual e à sua cultura.


Gabarito
b) a forma de expressão corporal que ultrapassa os limites físicos, possibilitando ao homem a liberação de seu espírito. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...