sexta-feira, 10 de março de 2017

Exercícios sobre sujeito e predicado para 9ºano com interpretação de texto (O pequeno príncipe)


Leia o texto abaixo para responder às questões.

O pequeno príncipe. 

E foi então que apareceu a raposa: 
— Bom dia — disse a raposa. 
— Bom dia — respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada. 
— Eu estou aqui — disse a voz, debaixo da macieira ... 
— Quem és tu? — perguntou o principezinho. — Tu és bem bonita... 
— Sou uma raposa — disse a raposa. 
— Vem brincar comigo — propôs o principezinho. — Estou tão triste... 
— Eu não posso brincar contigo — disse a raposa. — Não me cativaram ainda. 
— Ah! Desculpa — disse o principezinho. 
Após uma reflexão, acrescentou: 
— Que quer dizer "cativar"?

[...] 

— É uma coisa muito esquecida — disse a raposa. [...] — Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo. [...] 

Mas a raposa voltou à sua ideia. 

— Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando tiveres me cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo ... E a raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe: 

— Por favor... cativa-me! — disse ela. 
— Bem quisera — disse o principezinho —, mas não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer. 
— A gente só conhece bem as coisas que cativou — disse a raposa. — Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me! 
[...] 


Antoine de Saint-Exupéry. O pequeno príncipe. 48. ed. Rio de Janeiro: Agir, 2006. (Fragmento.) 


1. O que a raposa quis ensinar ao pequeno príncipe? Você concorda com a opinião dela? Para você, qual a importância de se ter amigos? Quem são seus melhores amigos? O que os torna diferentes das outras pessoas?

2. Qual destas orações reproduzidas do texto não apresenta predicado nominal? Justifique sua resposta.

a) "Tu és bem bonita..."
b) "Estou tão triste..."
c) "Sou uma raposa [...]."
d) "Vem brincar comigo [...]."

3. Classifique o predicado das orações abaixo.

a) "Eu não como pão."
b) "O trigo para mim é inútil." 
c) "E isso é triste!"
d) " E eu amarei o barulho do vento no trigo..."
e) "Eu não posso brincar contigo [...]."
f) "Minha vida é monótona." 

4. Releia: "Vês, lá longe, os campos de trigo?". Com relação a essa oração, responda: 

a) Qual é o sujeito?
b) Que tipo de predicado ela apresenta?
c) Que função sintática exercem os termos lá longe e de trigo?

5. No período "Eu não posso brincar contigo — disse a raposa. — Não me cativaram ainda." há uma oração com sujeito indeterminado. Qual é essa oração? 


Gabarito:

1. A raposa quis ensinar ao pequeno príncipe a importância de conhecer e acolher de verdade as pessoas, fazendo com que tenham significado em nossa vida. Essa conversa pode servir como ponto de partida para uma atividade de produção de texto (poema ou prosa).

2. Alternativa D; Porque o item D é o único no qual o núcleo do predicado é uma locução verbal (vem brincar), e não nomes (adjetivos ou substantivos), como nos outros itens (bonita,triste,raposa).

3.
a) Predicado verbal. 
b) Predicado nominal.
c) Predicado nominal. 
d) Predicado verbal.
e) Predicado verbal.
f) Predicado nominal. 

4.
a) Tu: sujeito oculto.
b) Predicado verbal.
c) Lá longe: adjunto adverbial de lugar; de trigo; adjunto adnominal. 

5. Não me cativaram ainda.



Referência: Gramática Fundamental (Editora Moderna)
Imagem: Google
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...