Fábula com interpretação e gabarito para 7º ano

Fábula - O cavalo e o javali (fato e opinião)
Fábula - O urso e as abelhas (atividade de leitura com fábula pequena)

Nesta fábula, a raposa vai tentar, sem sucesso, alcançar um cacho de uva para comê-lo. Comente com seus colegas que ensinamento você acha que a fábula vai transmitir. Depois leia e descubra se o que você pensou se confirmou. 

A RAPOSA E AS UVAS

A raposa vinha pela estrada quando viu uma parreira carregada de suculentas uvas vermelhas. 
"Essas uvas já estão no papo", pensou. 
Doce ilusão. A raposa tentou de tudo, mas os cachos estavam tão altos que não conseguiu apanhar um bago que fosse. 
Matreira, ela comentou para quem quisesse ouvir: 
— Reparando bem, essas uvas estão muito verdes. Raposas não comem uvas verdes, pois dão dor de barriga. 
E foi embora. 
Quando já tinha percorrido algumas léguas, um vento forte começou a soprar. Então a raposa voltou depressinha e pôs-se a farejar o chão em busca de bagos de uva. 

[Moral da história:] Quem desdenha quer comprar. 

Jean de La Fontaine Fábulas de Esopo. Adaptação de Lúcia Tulchinski. São Paulo: Scipione.

parreira: pé de uva com galhos apoiados numa grade de varas
matreira: que encontra solução para tudo: astuta, esperta, sabida
bago: fruta pequena e redonda de um cacho
légua: medida de extensão equivalente a seis quilômetros
desdenhar: mostrar ou ter desdém por, desprezar, descuidar

RESPONDA

1. Por não conseguir alcançar os cachos de uva suspensos em uma parreira, a raposa afastou-se, comentando que estavam verdes. As uvas estavam mesmo verdes? Justifique.

2. O que fez com que a raposa voltasse à parreira? 

3. Como toda fábula, esta também apresenta uma moral - uma reflexão sobre o comportamento humano. O que você entendeu da moral da fábula "A raposa e as uvas"? 

4. Releia esta frase da fábula: "Essas uvas já estão no papo", pensou.

Para que foram usadas as aspas?

5. Releia um trecho. 

"Matreira, ela comentou para quem quisesse ouvir:
— Reparando bem, essas uvas estão muito verdes. Raposas não comem uvas verdes, pois dão dor de barriga." 

Por que você acha que a raposa fez questão de comentar em voz alta que as uvas estava m verdes? 

6. Faria diferença se a palavra matreira não fizesse parte da frase? Escolha uma das alternativas.

a) Sim, pois a palavra matreira informa ao leitor o motivo de a raposa ter feito o comentário em voz alta. 
b) Não, pois a palavra matreira não acrescenta uma informação importante sobre a personagem. 


GABARITO

1. Não. As uvas estavam suculentas e a raposa só as desdenhou por não conseguir apanhá-las.

2. Quando a raposa percebeu o vento soprando, pensou que ele poderia ter derrubado algumas uvas e voltou rapidamente para averiguar.

3. Algumas pessoas, quando não conseguem o que querem, desistem e fingem que não estavam interessados no objeto desejado.

4. Para indicar o pensamento da raposa.

5. Por que ela não quis admitir que não iria conseguir pegar as uvas.

6. Alternativa a.