sexta-feira, 27 de maio de 2016

Proposta de produção de texto | Paródia

Leia versos do poema "Canção do exílio", de Gonçalves Dias, poeta romântico do século XIX. Em seguida, leia os dois textos produzidos com base no texto-fonte.

Texto 1

Canção do exílio 

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam;
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
[...]

DIAS, Gonçalves. In: RAMOS, Péricles Eugênio da Silva (Sel.). 
Poemas de Gonçalves Dias. Rio de Janeiro: Edíouro. 1996. p. 19. (Fragmento).


Texto 2


 Agora faça o seguinte. 

> Escreva um poema sobre a sua terra natal, empregando alguns versos ou palavras marcantes do poema e da tira. 

> Escolha o tipo de linguagem que você vai empregar. Seus versos podem evocar sentimentos, momentos felizes ou fatos idealizados. Se preferir, produza uma história em quadrinhos semelhante à da tira de Maurício de Sousa, expressando humor. 

> Observe que o poema de Gonçalves Dias apresenta rima e ritmo, mas seu texto pode ser sem rima. Pesquise na internet outros textos intertextuais produzidos a partir do poema-fonte (Texto 1). Você pode se basear neles também. 

> Seria interessante colocar em seu texto o mesmo título do poema original. Avalie sua produção. Troque seu texto com um colega, e comentem as escolhas feitas. Verifiquem se os poemas revelam semelhanças ou correspondências com os textos que serviram como fonte de inspiração. 

> Passe seu texto a limpo. Organize com os colegas um mural de poemas na sala, sob a orientação do professor. Se quiserem, ilustrem os textos. Todos vão poder ler os poemas e dar opiniões sobre eles. 




Referência: Oficina de Redação - Editora Moderna
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...