Atividade de interpretação com texto curto para 1ºano do ensino médio


HÁ QUALQUER COISA NO AR DO RIO, ALÉM DE FAVELAS

Nem só as favelas brotam nos morros cariocas. As encostas cada vez mais povoadas no Rio de Janeiro disfarçam o avanço do reflorestamento na crista das serras, que espalha cerca de 2 milhões de mudas nativas da Mata Atlântica em espaço equivalente a 1.800 gramados do Maracanã. O replantio começou há 13 anos, para conter vertentes ameaçadas de desmoronamento. Fez mais do que isso. Mudou a paisagem. Vista do alto, ângulo que não faz parte do cotidiano de seus habitantes, a cidade aninha-se agora em colinas coroadas por labirintos verdes, formando desenhos em curva de nível, como cafezais.

(Revista Época – n. o 83. 20-12-1999. Rio de Janeiro, Ed. Globo. p. 9.)
 
A frase "Vista do alto, ângulo que não faz parte do cotidiano de seus habitantes" sugere que 

a) os moradores das favelas estão espalhando sementes da Mata Atlântica.
b) a Mata Atlântica cresce até na grama do Maracanã.
c) a cidade não se importa com a Mata Atlântica.
d) o povo carioca não vê a Mata Atlântica de forma alguma.
e) o povo carioca não convive com essa Mata Atlântica.






Gabarito:

1. Com a frase "ângulo que não faz parte do cotidiano de seus habitantes", o autor sugere que, nessa perspectiva de vista, o povo carioca não convive com a Mata Atlântica. Resposta correta: alternativa e. 



Imagem: Google
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...